Como Consultar o Saldo de Contas Inativas do FGTS Consultar FGTS Pelo CPF

Como Consultar o Saldo de Contas Inativas

Como Consultar o Saldo de Contas Inativas

Quem pode sacar

Todo trabalhador que pediu demissão ou teve seu contrato de trabalho finalizado por justa causa até 31/12/2015 tem direito ao saque das contas inativas de FGTS, de acordo com a MP 763/16.

Utilize os serviços disponíveis na internet e facilite o seu dia a dia.

De forma rápida e prática, você pode consultar saldo e extrato de contas vinculadas ao FGTS, inclusive inativas, extrato dos créditos complementares e atualizar o seu endereço. É possível, ainda, cadastrar-se para receber mensagens em seu celular com informações de sua conta do FGTS, optar por receber o extrato do FGTS por e-mail e, também, acessar sua conta via celular/palm top e Tablet.

Ficou muito mais cômodo e fácil acessar os serviços do FGTS. Além de oferecer atualização de endereço e visualização do seu extrato pelo site e via e-mail, você agora pode criar a sua senha diretamente no site. O cadastramento é feito por meio da sua senha, e só poderá ser realizado a partir do dia seguinte de realização do cadastro.

A senha também pode ser obtida em qualquer agência da CAIXA, levando um dos seguintes documentos de identificação: carteira de identidade, carteira de habilitação (novo modelo), carteira de trabalho ou certidão civil e o número de inscrição PIS/PASEP/NIT, informando o endereço atualizado, inclusive o CEP – Código de Endereçamento Postal. A Senha Cidadão será composta por 06 números de sua escolha.

Conheça o Manual de Orientações – Emissão de Extrato e Informações de Contas Vinculadas, no site da CAIXA, em Downloads, FGTS Extrato e Retificação de Dados – Manual Extrato Informações.

ATENÇÃO: O sistema de verificação de senhas difere entre letras minúsculas e maiúsculas, o que pode gerar erros. Se você possui uma senha apenas com letras minúsculas, clique aqui para alterar gerar uma nova senha. Para os usuários com senhas que não tenham letras minúsculas na sua composição, a utilização da senha antiga ocorre sem erro.

Calendário de Saques Contas Inativas FGTS

Trabalhadores nascidos em

Início

Janeiro e fevereiro a partir de 10/03/2017
Março, abril e maio a partir de 10/04/2017
Junho, julho e agosto ​​a partir de 12/05/2017
Setembro, outubro e novembro a partir de 16/06/2017
Dezembro a partir de 14​/07/2017

APLICATIVO PARA CONSULTAR CONTA INATIVA

Com o Aplicativo FGTS você consulta os depósitos na sua conta FGTS a qualquer momento, atualiza o seu endereço e pode localizar os pontos de atendimento mais próximos de você. Baixe agora mesmo e acompanhe de perto esse benefício dos trabalhadores brasileiros. Acesse AQUI

Veja abaixo perguntas e respostas sobre a medida.

1 – Quem poderá sacar o fundo?
Qualquer trabalhador que tenha conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) classificada como inativa em 31 de dezembro de 2015.

Pela legislação atual, os principais casos em que o fundo pode ser sacado são na demissão sem justa causa, na aposentadoria, quando o trabalhador fica mais de três anos fora do regime do FGTS (ou seja, sem um emprego com carteira assinada) e para financiamento imobiliário. Segundo o governo, 10,2 milhões de pessoas serão beneficiadas pela medida.

2 – O que é uma conta inativa?
São as contas vinculadas a empregos com carteira assinada cujo contrato já tenha sido encerrado e, por isso, não recebem mais depósitos.

Quando uma pessoa é contratada com carteira assinada, a lei estabelece que o empregador deve abrir uma conta no FGTS correspondente a esse contrato e fazer um depósito mensal. Quando esse vínculo é encerrado, a empresa deixa de transferir dinheiro para essa conta. O rendimento desse fundo é de 3% ao ano mais a Taxa Referencial (TR), o que é considerado baixo.

3 – É possível ter mais de uma conta inativa?
Sim, cada emprego com carteira assinada corresponde a uma conta diferente. Quem já passou por mais de um trabalho cujo contrato não esteja mais em vigor terá mais de uma conta inativa, portanto.

Não há limitação de saque em relação ao número de contas. Trabalhadores com várias contas inativas em 31 de dezembro de 2015 poderão retirar os recursos de todas elas, se assim desejarem, de acordo com o governo.

4 – Quem pediu demissão ou foi demitido com justa causa também poderá sacar?
Sim, nos dois casos o trabalhador poderá sacar o dinheiro, desde que depositado em uma conta do FGTS considerada inativa.

Na legislação atual, porém, quem pede demissão e quem é demitido com justa causa não pode retirar imediatamente os recursos do fundo, que ficam bloqueados. Nesses casos, o trabalhador só tem acesso ao dinheiro se ficar mais de três anos ininterruptos fora do setor formal, sem um emprego com carteira assinada.

5 – Quem não pode sacar?
Trabalhadores que tenham contas atualmente inativas, mas que, em 31 de dezembro de 2015, ainda eram consideradas ativas —ou seja, ainda recebiam depósitos. Essa é a situação de trabalhadores que tenham sido demitidos por justa causa ou pedido demissão ao longo de 2016, por exemplo. O acesso a essas contas continuará bloqueado.

Já quem foi demitido sem justa causa em 2016 pode sacar os recursos do fundo normalmente, conforme garantido pela legislação.

6 – Posso sacar o FGTS do meu emprego atual?
Não. A conta vinculada a um contrato em vigor é considerada ativa, recebendo depósitos mensais efetuados pelo empregador atual. O trabalhador não poderá retirar os fundos depositados em uma conta considerada ativa. As regras atuais permitem esse acesso em alguns casos específicos, como financiamento imobiliário, quando a pessoa tiver idade igual ou superior a 70 anos e caso ela ou um dependente seja portador do vírus HIV ou tenha câncer.

7 – Como consultar o saldo das contas inativas do FGTS?
A Caixa lançou um site exclusivo para informações do FGTS que poderá ser sacado. Em http://www.contasinativas.caixa.gov.br é possível checar qual é o valor para saque e também a forma mais fácil de retirar o dinheiro.

No https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS, qualquer pessoa pode consultar o saldo e o extrato das contas do FGTS. Basta informar o número do PIS e senha. Quem não tiver uma senha, pode cadastrá-la na hora.

Outra opção é o http://www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/fgts/Paginas/default.aspx , disponível para Android, iOS e Windows Phone. Terminais de autoatendimento e agências da Caixa também fornecem a informação, mesmo para quem não é cliente do banco.

8 – É possível não ter nenhum dinheiro na conta inativa?
Sim. Quem já usou o fundo para financiamento imobiliário, por exemplo, gastou os recursos na compra da casa. De acordo com o governo, cerca de 86% das contas inativas do FGTS têm saldo inferior a um salário mínimo, ou R$ 880. Quem achar que pode haver algum erro no saldo de sua conta do FGTS pode entrar em contato com a Caixa pelo telefone 0800 726 0207 ou consultar o extrato pelo site da instituição, onde é possível observar a movimentação dos recursos do fundo.

9 – Quando posso sacar o dinheiro?
O governo divulgou  que os trabalhadores poderão sacar os recursos ao longo do ano de acordo com as datas de aniversário do contribuinte. O saque do dinheiro das contas inativas do FGTS começa em 10 de março deste ano para pessoas que nasceram em janeiro e fevereiro. A partir de 10 de abril, poderão sacar os recursos os trabalhadores nascidos entre março, abril e maio; a partir do dia 12 de maio, os nascidos entre junho, julho e agosto; a partir de 16 de junho, os nascidos entre setembro, outubro e novembro; e a partir de 14 de julho, os nascidos em dezembro.

Para sacar a quantia, o trabalhador deverá ir a uma agência da Caixa, onde poderá solicitar o depósito do valor na conta de sua preferência (mesmo em outro banco) ou saque em espécie.

10 – Há um limite para o saque?
Não há limite: se quiser, o trabalhador pode sacar todo o dinheiro depositado em uma conta inativa, e de todas as contas inativas que tiver (desde que inativas em 31 de dezembro de 2015). O Planalto pretendia estabelecer um teto de R$ 1.000 para o saque, mas desistiu da ideia. A maior parte das contas inativas tem saldo inferior a um salário mínimo, diz o governo. Quem sacar também poderá utilizar o dinheiro para qualquer finalidade, e não apenas para pagar dívidas, como havia sido cogitado anteriormente.

11 – Como faço para resgatar o FGTS inativo?
Depende do valor. Quem tem até R$ 1.500 pode ser sacar nos caixas eletrônicos da Caixa apenas com o número do PIS e a senha do Cartão do Cidadão. Quem tem até R$ 3.000 para sacar e possui o Cartão do Cidadão e senha pode sacar nos caixas eletrônicos, nas lotéricas e nos pontos Caixa Aqui. Nas lotéricas, é preciso apresentar documento com foto para resgatar o dinheiro. Quem tem mais de R$ 3.000 precisa ir até uma agência. Todos podem ir à agência, mas elas devem ter mais filas.

12 – Sou obrigado a ter o Cartão do Cidadão?
Não. Quem não tem o cartão pode sacar o FGTS nas agências da Caixa, com o atendente. É preciso levar carteira de trabalho e número do PIS. Quem tem menos de R$ 1.500 pode cadastrar uma senha para o PIS em uma agência da Caixa ou pelo telefone 0800 726 0207. Quem quiser evitar agências quando o FGTS for liberado precisará ir até elas antes e pedir o Cartão do Cidadão e senha. Quem tiver mais de R$ 3.000 para sacar não precisa correr para pedir o cartão porque precisará ir até a agência de qualquer forma.

13 – O que eu faço se tiver mais de R$ 3.000 para sacar?
São menos de 3 milhões de trabalhadores nessa situação, dos 30 milhões que terão direito ao FGTS. Essas pessoas precisarão ir até uma agência da Caixa com a carteira de trabalho ou termo de rescisão para comprovar o fim do contrato de trabalho. Assim como os demais trabalhadores, quem for até a Caixa terá a opção de transferir o dinheiro do FGTS gratuitamente para o outro banco, evitando que o trabalhador saia com muito dinheiro da agência.

14 – Vou enfrentar filas na Caixa?
Provavelmente, mas, para tentar atender o grande número de pessoas que irão até as agências nos próximos meses, o banco público vai ampliar o horário de atendimento. Até sexta (17), 3.412 agências abrirão duas horas mais cedo, às 8h, para tirar dúvidas dos trabalhadores. Algumas agências também abrirão aos sábados, para concentrar a demanda pelo FGTS. Isso correrá neste sábado (18), em 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho, sempre um dia depois da liberação de novos saques.

15 – Clientes da Caixa terão maior facilidade para sacar o FGTS?
Sim. Correntistas poderão acessar o site www.contasinativas.caixa.gov.br e solicitar o crédito automático. Se houver mais de uma conta, como conta-corrente e poupança, será possível escolher em qual o dinheiro será creditado. No caso de quem tem somente poupança individual, o saldo do FGTS cairá automaticamente. Para receber de outra forma, precisará entrar no site e optar por sacar o dinheiro. O depósito seguirá o mesmo calendário de quem não é vinculado à Caixa e será feito no primeiro dia de saque.

Para ter informações detalhadas sobre os serviços do FGTS, disponíveis na internet, confira a seguir:

Extrato do FGTS

O serviço EXTRATO pode ser acessado mediante informação do NIS (PIS/PASEP) e da senha Internet cadastrada por você por meio de confrontação cadastral ou com o uso da Senha Cidadão. Neste serviço é apresentado detalhamento dos seus dados cadastrais e os lançamentos realizados na sua conta vinculada nos últimos 6 meses.

A tela de Extrato do FGTS exibirá as contas vinculadas ao FGTS para o NIS(PIS/PASEP/NIT) informado, contendo os seguintes dados da conta:

Dados cadastrais do empregador;
Dados cadastrais do empregado;
Data da última atualização realizada no saldo;
Saldo;
Todos os lançamentos verificados na conta (débitos e créditos) relativos ao mês corrente mais os seis meses anteriores.

No Manual de Orientações – Emissão de Extrato e Informações de Contas Vinculadas, no site da CAIXA, em Downloads, FGTS Extrato e Retificação de Dados – Manual Extrato Informações, você obtém orientações detalhadas sobre a forma e critérios para realizar esta consulta.

Saldo do FGTS via CelularImprimir
Para ter acesso ao serviço SALDO FGTS CELULAR, é necessário que você possua celular com acesso à internet.

O serviço é acessado mediante informação do NIS (PIS/PASEP) e da senha Internet cadastrada por você por meio de confrontação cadastral ou com o uso da Senha Cidadão, viabilizando o cadastramento do Código Identificador do Usuário.

Mensagens via Celular

Esse serviço permite a você trabalhador, mediante informação do seu número de NIS (PIS/PASEP) e da senha Internet cadastrada por você por meio de confrontação cadastral ou com o uso da Senha Cidadão, obter informações sobre as movimentações em sua conta vinculada ao FGTS. Os avisos SMS informam sobre o valor do depósito mensal feito pelo empregador, o saldo atualizado com juros e atualizações monetárias e quando houver, a liberação de saque ou ajustes na conta.

Com a adesão ao serviço, você cliente deixa de receber o extrato bimestral de papel em casa e com essa redução do consumo de papel, contribui para a preservação do meio ambiente.

Um extrato anual do FGTS, com as informações consolidadas do ano, continuará sendo enviado normalmente, via correios.

Atualização de Endereço

O serviço ATUALIZAÇÃO DE ENDEREÇO pode ser acessado mediante informação do NIS (PIS/PASEP) e da senha Internet cadastrada por você por meio de confrontação cadastral ou com o uso da Senha Cidadão.

Neste serviço você realiza a alteração do seu endereço, garantindo a geração e postagem do extrato FGTS regular via CORREIOS que lhe permite o acompanhamento dos lançamentos realizados em sua conta FGTS.

Créditos Complementares

Os Créditos Complementares são atualizações monetárias creditadas pela CAIXA aos trabalhadores que possuíam contas vinculadas do FGTS durante a vigência dos planos Verão e Collor I, nas condições previstas na Lei Complementar 110, de 29 de junho de 2001.

A Lei Complementar n° 110/2001 autorizou a CAIXA a realizar créditos nas contas vinculadas do FGTS, referentes ao complemento de atualização monetária da aplicação dos percentuais de 16,64% do Plano Verão (janeiro de 1989) e 44,8% do Plano Collor I (abril de 1990).

O trabalhador que possuía saldo em conta vinculada em 1°/12/1988 (deduzido os saques efetuados entre 2/12/1988 e 28/2/1989) e saldo em conta vinculada em 1°/4/1990 (deduzidos os saques efetuados entre 2/4/1990 e 30/4/1990), e formalizou o Termo de Adesão até o dia 30 de dezembro de 2003, na forma prevista na Lei Complementar nº 110/2001.

Os Créditos Complementares foram liberados em parcelas semestrais, a partir do mês seguinte à entrega do Termo de Adesão e de acordo com o valor a receber, observando o cronograma fixado à época. O crédito das parcelas programadas aconteceu até janeiro de 2007 e podem ser sacados, desde que você comprove algum dos requisitos previstos na Lei n° 8.036/1990 e na Lei Complementar n° 110/2001.

O serviço CRÉDITOS COMPLEMENTARES pode ser acessado mediante informação do NIS (PIS/PASEP) e da senha Internet cadastrada por você por meio de confrontação cadastral ou com o uso da Senha Cidadão. Neste serviço você pode consultar seu extrato e a informação dos valores de Créditos Complementares do FGTS a receber e a memória de cálculo.

Como consultar PIS/NIS pela internet para saber o saldo do FGTS

O Número de Inclusão Social é requerido no sistema da Caixa que mostra o saldo das contas inativas que poderá ser sacado a partir de março

A Caixa disponibilizou uma página para consulta do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) das contas inativas que poderá ser sacado a partir de março (www.contasinativas.caixa.gov.br). Para conseguir acessar o sistema, é preciso saber o Número de Identificação Social (NIS, também chamado de PIS ou NIT). Esse número é gerado pela própria Caixa e costuma ficar anotado na carteira de trabalho das pessoas. O NIS ou PIS é usado por beneficiários de programas sociais, como abono ou Bolsa Família.

Além de ser consultado nas agências e no Cartão Cidadão, também é possível consultar o NIS online, através de um sistema da Previdência Social (neste link).